• Isabel Palma

Como lidar quando o tratamento clínico não é suficiente?

Você já passou por situação em que o tratamento clínico/conservador não obteve o resultado positivo esperado e você teve que encaminhar o paciente para especialista ou cirurgião e o tutor ficou insatisfeito?


Infelizmente esta situação não é incomum. Muitas vezes, nestes casos, parece óbvio para o tutor que a opção alternativa já seria a mais indicada desde o início.


Há, inclusive, os tutores que acreditam que devem ser reembolsados pelo tratamento inicial, uma vez que não foi efetivo.


Separamos algumas orientações para você conduzir a situação de forma a tentar evitar desgastes.


Se no início do tratamento você conseguir perceber que poderá ser o caso de uma indicação cirúrgica futura, já informe o tutor que vocês irão iniciar com o tratamento clínico, por ser o mais indicado naquele momento, mas que ele poderá não surtir o efeito desejado, sendo necessário encaminhamento. Isso vai adequar as expectativas do tutor, e também dar a opção dele buscar diretamente um cirurgião para a análise do caso, se assim desejar.


De qualquer forma, sempre explique, de forma clara, as fases do tratamento, e o porquê de cada exame ou prescrição. Caso a necessidade de encaminhamento para colega surja somente no curso do tratamento, o tutor também estará alinhado.


Quando for o momento de encaminhar, de fato, o paciente, solicite ao tutor que confirme quando realizar o agendamento com o colega, e solicite autorização expressa para enviar as cópias do prontuário para prosseguimento do atendimento. Entre em contato com o colega para informá-lo da situação e solicite que o atualize do caso durante o tratamento.


E se o tutor pedir reembolso das despesas até o encaminhamento?


Essa situação provavelmente ocorrerá quando o tutor não compreender o fluxo do tratamento, estando com a relação com o Médico Veterinário desalinhada.

Infelizmente, também não é incomum.


Assim, caso ocorra, é importante tentar fazer o tutor compreender a necessidade e/ou a importância do tratamento clínico realizado, de forma que ele compreenda por que não foi encaminhado ao colega antes.


Você deve explicar ao tutor que todo o tratamento realizado até o momento foi adequado e, portanto, não cabe qualquer tipo de reembolso.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O que fazer se o tutor se recusa a assinar o TCLE?

Diversamente da medicina humana, onde os casos de obrigatoriedade do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido é obrigatório em situações pontuais, de acordo com a Resolução CFMV 1.321/2020, na medic